Saúde

Prefeitura anuncia novo hospital com 208 leitos

Prefeitura
29/08/2017 09:25:25

O prefeito Nelson Marchezan Júnior assinou na manhã desta segunda-feira, 28, junto com o presidente do Hospital Espírita, Gilberto da Silva, e com a presidente da Associação Educacional São Carlos, Irmã Elena Ferrarini, a carta de intenções para a instalação do Hospital Santa Ana, que atenderá pelo Sistema Único de Saúde (SUS), no bairro Teresópolis, na zona Sul de Porto Alegre. A operação dos primeiros serviços deverá ocorrer já em novembro deste ano, devendo operar a pleno antes do inverno de 2018. 

Marchezan destacou o trabalho que vem sendo feito na área da saúde e disse que a prefeitura já economizou cerca de R$ 450 milhões em sete meses e, proporcionalmente, houve aumento no investimento dos recursos em educação, saúde e segurança. Ressaltou ainda a articulação para a construção do hospital, que vai atender especialmente os que mais precisam. "O que mudou foi a capacidade de construção de todos os que estão aqui presentes para se chegar a esse ponto", disse o prefeito. "Aqui está sendo feita uma parceria público-privada, onde cada um tem sua competência", disse a Irmã Elena Ferrani, ressaltando que a sociedade tem pressa na construção de um novo estabelecimento de saúde.

No total, o estabelecimento de saúde terá capacidade para 208 leitos. Eles serão distribuídos em 30 leitos de saúde mental, 75 de longa permanência, 20 de UTI e oito de isolamento, além de 16 clínicos e 59 de retaguarda. O centro médico terá também à disposição tomografia, ecografia e exames de imagens ambulatoriais, que serão oferecidos para toda a rede de saúde. Conforme o secretário da Saúde, Erno Harzheim, o novo hospital é fruto de um diagnóstico minucioso das necessidades de leitos da cidade.

A estimativa, de acordo com o secretário, é que haja uma redução de 30% no tempo de espera dos pacientes por um leito nos prontos atendimentos. "Além de ser um hospital de retaguarda, vai permitir o uso da telemedicina", completou.

A expectativa é que o local seja entregue definitivamente antes do inverno de 2018, mas as primeiras operações devem ocorrer em novembro. Os leitos serão gerenciados pela Central de Regulação da Secretaria Municipal de Saúde.

Estrutura - O espaço contará ainda com um centro de reabilitação auditivo e outros de reabilitação intelectual, além de tomografias, ecografias e exames de imagens ambulatoriais, que serão oferecidos para toda a rede de saúde. A área prevista do local é de 4 mil metros quadrados.

Os funcionários serão de responsabilidade da Associação Educadora São Carlos, mesma mantenedora do Mãe de Deus. Além de utilizar parte do pátio, o novo centro de saúde usará uma ala desativada do Hospital Espírita.

Estiveram presentes o vice-prefeito Gustavo Paim, o secretário estadual da Saúde, João Gabbardo dos Reis, o presidente da Câmara Municipal, vereador Cássio Trogildo, o líder do governo na Câmara, Cláudio Janta, os vereadores Moisés Barboza, Cassiá Carpes, Valter Nagelstein, secretários municipais e representantes do setor de saúde, entre outras autoridades.

Anuncie no Jornal Via Norte, clique e saiba mais.