Saúde

População poderá fazer testes de HIV na Praça da Alfândega

População
29/11/2017 09:32:04

Orientar quanto à importância da prevenção, detecção e tratamento a infecções sexualmente transmissíveis está entre os objetivos da prefeitura com a campanha pelo Dia Mundial de Luta contra a Aids, celebrado em 1º de dezembro. Para facilitar o acesso a testes de HIV, sífilis e hepatite C, a Secretaria Municipal de Saúde levará ao Centro Histórico da Capital, nesta quinta e sexta-feiras, 30 e 1º, uma estrutura com seis espaços para coleta de sangue e dez consultórios com profissionais de saúde que irão orientar e atender o público. O serviço estará disponível das 9h às 17h, na Praça da Alfândega (eixo central).

Com o tema “Aids, esta luta também é sua”, a ação terá um ambiente com jogos interativos, rodas de conversa, orientações de prevenção, distribuição de preservativos e atividades educativas. Casos reagentes para HIV serão orientados por profissionais e encaminhados aos locais de atendimento, para exames complementares e início do tratamento. Já em caso de confirmação de sífilis, será possível iniciar o tratamento na hora, com aplicação da primeira dose de penicilina.

Durante todo o mês de dezembro, estão previstas ações e oferta de testagem em diferentes locais da cidade, que serão identificados por um grande laço vermelho itinerante, símbolo da campanha. Com isso, a ideia é divulgar estratégias de prevenção do HIV e demais infecções sexualmente transmissíveis, como proteção nas relações sexuais, com o uso da camisinha, testagens regulares e início do tratamento o mais cedo possível em casos reagentes. 

Saiba mais sobre HIV e Aids – HIV é um vírus que ataca o sistema imunológico, diminuindo as defesas do corpo e causando a Aids. Toda pessoa que tem o HIV pode passar o vírus para as outras pessoas, mas nem toda a pessoa que tem HIV tem Aids. A Aids é a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida e é causada pelo vírus HIV. Como o vírus ataca as células de defesa do corpo, o organismo fica mais vulnerável a diversas doenças, de um simples resfriado a problemas mais graves, como tuberculose ou câncer. Toda a pessoa que tem Aids tem o vírus HIV.

Como se transmite o HIV:
- Transar sem camisinha, sendo por sexo vaginal, anal ou oral, mesmo com alguém conhecido, pois esta pessoa pode estar infectada sem saber.
- Compartilhar agulhas ou seringas.
- A mulher com HIV, durante a gravidez, pode transmitir o vírus para o bebê.
- O HIV pode ser transmitido pelo sangue, sêmen, secreção vaginal e leite materno.

Como NÃO se transmite o HIV:
- Transar com camisinha.
- Compartilhar talheres, pratos e copos.
- Compartilhar chimarrão.
- Carinho, aperto de mão, abraço ou beijo na boca.
- Uso de banheiro, piscina ou pelo ar.
- Dormir na mesma cama.
- Pelo suor ou lágrima.
- Doar sangue.
- Picada de mosquito.
- Trabalhar e conviver com portadores do vírus HIV não apresenta risco de transmissão.

Os dados epidemiológicos relativos ao HIV/Aids no Brasil, no ano de 2016, serão publicados pelo Ministério da Saúde em 1º de dezembro.

Campanha pelo Dia Mundial de Luta contra a Aids
Quinta e sexta-feiras, 30 de novembro e 1º de dezembro, das 9h às 17h
Praça da Alfândega (eixo central), próximo ao Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli (Margs)
Testes rápidos gratuitos e orientações de prevenção para infecções sexualmente transmissíveis

Texto e foto: PMPA
Anuncie no Jornal Via Norte, clique e saiba mais.