Geral

Mulheres empreendedoras se unem para fortalecer os negócios

09/03/2018 15:27:58

Agora o Rio Grande do Sul passa a contar com mais uma rede de cooperação para a integração entre empresas, gerando ambiente estimulador à criatividade e oferecendo suporte técnico de qualidade para fomentar o empreendedorismo. A Rede Mulheres Empreendoras, que envolve 16 empresas do Noroeste Colonial e Fronteira Noroeste, foi lançada nesta semana na Unijuí. 

Com 24 empregos direitos, a rede é formada por diferentes segmentos, como lojas de vestuários femininos, clínica de atendimento multiprofissional, empresas de recrutamento e seleção, profissionais liberais, empresas especializadas em marketing digital, pet shop, produtos orgânicos, lojas de cosméticos, brechós infantis, empresa de locação de artigos para festas e comércio varejista de artigos de cama, mesa e banho. As empresas são todas de Ijuí e Santa Rosa.

O objetivo da rede, segundo explica o diretor do Departamento de Apoio à Microempresa e Empresa de Pequena Empresa, Fabrício Renner, é desenvolver ações cooperativas, capacitações e fortalecer os negócios de mulheres. "União é o fator chave de sucesso para as empresas no momento em que vivemos, e a Rede de Cooperação proporciona esse ambiente de integração", afirma.

Em parceria com a Unijuí, serão trabalhadas ações de marketing compartilhado, visitas técnicas e monitorias. "Também teremos troca de experiências, informações e conhecimento entre as associadas. A integração pressupõe um desenvolvimento coletivo e permanente troca de experiências para fortalecer os membros", acrescenta Renner.

Na área administrativa, o projeto estimula a área técnica, com definição de um novo posicionamento no mercado, aquisição de produtos e serviços em conjunto, como jurídicos, contábeis, sistemas de informação, negociação de tarifas bancárias, por exemplo.

De acordo com o planejamento da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sdect), a rede ainda irá possibilitar a definição de estratégias de necessidades em comum, permitindo que os associados alcancem soluções inovadoras e rápidas.

Redes de Cooperação

São novas formas de organização nas quais a concorrência entre os associados cede espaço à parceria, beneficiando os articipantes, fornecedores e consumidores, além de facilitar a solução de problemas comuns e viabilizando oportunidades. Desde o início do programa nos anos 2000, foram constituídas 350 redes no estado.

Texto: Ascom Sdect
Edição: Gonçalo Valduga/Secom

Anuncie no Jornal Via Norte, clique e saiba mais.