Geral

Saúde começa vacinação contra sarampo em escolas nesta quinta

MEC divulga nesta segunda o resultado do Sisu

DMLU começa a duplicação da coleta automatizada

Leilão de camarotes no Porto Seco será nesta terça-feira, 19

Sine Triângulo e supermercado oferecem 80 vagas de emprego

Rodoviários de Porto Alegre fazem operação tartaruga

Programa de bolsas de ensino da prefeitura da Capital abre inscrições

Listão da UFRGS é divulgado

Postos da BM do Sarandi e Parque dos Maias entre outros podem fechar

EPTC faz palestras em Centros de Formação de Condutores

Procon realiza pesquisa de medicamentos

Prefeitura divulga programação de capina e roçada

Escola do Sarandi promove Feira do Livro para alunos e familiares

Desfile marca doação de 175 mil peças à Campanha do Agasalho

Saúde
25/10/2018 09:05:44

A Secretaria Municipal de Saúde começa nesta quinta-feira, 25, ação para intensificar a vacinação de adolescentes e jovens adultos de 15 a 29 anos em escolas. A partir das 14h, uma equipe da Atenção Primária da Saúde vai imunizar alunos e funcionários dessa faixa etária da Escola Estadual de Ensino Fundamental Jerônimo de Ornellas (rua São Miguel, 487, Vila Aparício Borges). A escola conta com 50 alunos com idade entre 15 e 20 anos. A ação será acompanhada pelo secretário municipal de Saúde, Erno Harzheim, que na ocasião irá detalhar o plano para a imprensa.

A intensificação de vacinação para adolescentes e jovens faz parte do Plano de Enfrentamento do Sarampo da SMS. A meta é avaliar a situação vacinal e atualizar a imunização dos indivíduos entre 15 e 29 anos por meio de ações realizadas em 120 escolas, quartéis e universidades. “Dos 36 casos confirmados da doença em Porto Alegre, 94% são de pessoas entre 15 e 29 anos, e mais de 70% delas não estavam vacinadas”, enfatiza Harzheim.

Vacina - A vacina contra sarampo é a tríplice viral, que também protege contra rubéola e caxumba. Ela faz parte do calendário vacinal do país e está disponível no Sistema Único de Saúde (SUS), para pessoas com idade entre 1 ano e 49 anos. Até 29 anos, devem ser administradas duas doses; entre 30 e 49, uma dose é suficiente. Caso as duas doses já tenham sido feitas, não é preciso dose extra da vacina. Se não houver comprovação na caderneta de vacinação, as doses devem ser feitas.

 

Anuncie no Jornal Via Norte, clique e saiba mais.